Entre génese e representação
7,00 €
4,2 €
     
SINTESI
O presente estudo propõe uma abordagem crítico–genética à obra de Eugénio de Andrade. Através da análise filológica procura definir os traços mais relevantes da poética do Autor, e conjugando análise micro e macrotextual, coloca a questão entre dois extremos. Por um lado investiga a metodologia de trabalho do poeta na perspectiva da génese, reconstruíndo o percurso elaborativo de dois poemas — “Todas as águas” e “Como pólen” —, de que se analizam respectivamente treze e nove versões.Por outro lado, enquadra sob a perspectiva da representação os Primeiros Poemas, conjunto de textos reelaborados após trinta e cinco anos da sua primeira vinda a lume, e aqui interpretado como estilização inaugural da obra toda, juvenília que se aproveita da experiência matura do poeta.Federico Bertolazzi (1973), é professor da Universidade de Roma “Tor Vergata”.
pagine: 112
formato: 17 x 24
ISBN: 978-88-548-1043-3
data pubblicazione: Marzo 2007
editore: Aracne
SINTESI
Informativa      Aracneeditrice.it si avvale di cookie, anche di terze parti, per offrirti il migliore servizio possibile. Cliccando 'Accetto' o continuando la navigazione ne acconsenti l'utilizzo. Per saperne di più
Accetto